O método de pesquisa nas diversas áreas da ciência é um método de resolução de problema. Neste sentido, toda a pesquisa inicia com um problema que será abordado por meio de um método visando o alcance de um determinado resultado.

Contudo, pode ser que este resultado esperado só seja alcançado após anos de trabalho árduo e sistematizado. Porém, neste meio tempo, o pesquisador utilizou várias estratégias para divulgar os seus relatórios (parciais) de pesquisa.

A identificação de um problema de pesquisa é, portanto, a principal etapa de todo o processo. Nela, o pesquisador deve ser capaz de demonstrar o seu discernimento sobre o que pretende estudar.

A pesquisa exploratória sobre literatura profissional é útil para a definição do problema e para justificar a sua importância em termos de pesquisa, assim como os fatos observados na sua prática profissional. As fontes dos problemas de pesquisa são, geralmente, as lacunas da teoria ou da experiência profissional que geram problemas ou indagações de pesquisa que vão provocar a inteligência do pesquisador para a formulação de hipóteses.

Uma hipótese é uma previsão experimental ou uma explicação da relação entre duas ou mais variáveis. É a hipótese, e não o enunciado do problema, que está sujeita à testagem empírica. As hipóteses são, portanto, as soluções experimentais ao problema ou as respostas prováveis à indagação da pesquisa. A verificação das hipóteses constitui o cerne dos estudos empíricos tanto quantitativos quanto qualitativos.

Todo pesquisador precisa ter em mente que para se chegar a uma descoberta científica é necessário saber antes o que está procurando. Isto é o mínimo exigido.

A formulação do problema da pesquisa deve ter relevância ser passível de ser pesquisado.

Uma vez definido o problema de pesquisa deve-se estabelecer o objetivo a ser alcançado ao final do processo, ou a hipótese que será confirmada ou refutada, ou a questão norteadora que será respondida.

Hipótese, objetivo, questão norteadora, um ou outro depende do referencial teórico do pesquisador para a pesquisa em andamento.

Como proceder a uma investigação científica?

O referencial teórico de certo modo está presente em todas as etapas da pesquisa. Desde a definição do problema até às conclusões e seleção da literatura de apoio. De certo modo ele fica mais evidente na etapa da metodologia.

Conforme o referencial filosófico ou teórico há um método (positivista, materialista dialético, fenomenológico) correspondente e diversas técnicas de coleta de dados (pesquisa-participante, entrevista, questionário, etc.) e de análise dos dados (epidemiológico-estatístico, análise do discurso, etc.) escolhidos poderemos atingir resultados diferentes para uma mesma questão.

Neste caso não é uma questão de certo ou errado, mas de quão mais próximos ou distantes estamos do referencial filosófico/teórico (parâmetro).

A escolha do método (apresentados anteriormente) deve refletir a intencionalidade do pesquisador, sua forma particular de observar e interpretar determinado fenômeno e isto, de alguma forma, deve estar explicitado na pesquisa, para evitar a manipulação das idéias e dos conceitos, especialmente na fase de interpretação dos resultados e conclusão.

Lembrem-se de que qualquer método diz respeito ao modo de pensar para esclarecer determinado fenômeno e isto se dá á luz de um contexto histórico. Por sua vez, a técnica de pesquisa corresponde a todo o instrumental escolhido pelo pesquisador para possibilitar a expressão coerente e congruente do pensamento.

A natureza do problema a ser estudado é que determina qual método de pesquisa a ser utilizado.

Nunca é demais repetir que nenhuma pesquisa é neutra, independente do método que orienta sua realização, seja ele quantitativo ou qualitativo.

Isto porque todo o estudo para elucidação da realidade, por mais objetivo que possa parecer, tem a norteá-lo um arcabouço teórico que influencia o olhar do pesquisador desde a seleção do objeto, até a interpretação dos resultados e formulação das conclusões.

Da mesma forma, tendo a premissa de que nenhuma pesquisa é neutra, podemos afirmar que nenhum método ou técnica tem o monopólio da compreensão total e completa da realidade.

Afinal, sempre nos acedemos à realidade por aproximação.

Quer facilitar sua vida?

Gostou deste Post ? E agora que você aprendeu isso, o que achou? Deixe seu comentário!

Como escolher o Método de pesquisa ?
Tags:             

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat